<
Eu te ajudo.net

Perfume – Hypnotic Poison da Dior

Da emoção à fascinação, do pudor à audácia, Hypnotic Poison Eau Sensuelle encanta e enfeitiça, como se a verdadeira obra-prima do frasco dissimulasse um néctar precioso que só o perfumista conhece o segredo. Este novo frasco de cristal transparente emana uma feminilidade luminosa de sedução mais sutil. Sem trair o perfume original e nem alterar […]

16/10/11 | Postado por Maa

Da emoção à fascinação, do pudor à audácia, Hypnotic Poison Eau Sensuelle encanta e enfeitiça, como se a verdadeira obra-prima do frasco dissimulasse um néctar precioso que só o perfumista conhece o segredo. Este novo frasco de cristal transparente emana uma feminilidade luminosa de sedução mais sutil.

Sem trair o perfume original e nem alterar seu poder de sedução, Hypnotic Poison Eau Sensuelle chegou ao fundo do seu coração para descobrir seu segredo.

Em busca de sentido e essência, encontrou sua inspiração na natureza: a baunilha é o fruto da mais sensual das flores e a orquídea lisa, manchada ou listrada, veste-se com mil e uma facetas e estimula a imaginação por sua identificação com o mistério feminino.

Certamente, não há possível evocação floral sem a magia evanescente das rosas de damasco. O caráter voluptuoso da fragrância surge a partir da sutileza do ylang ylang somado ao jasmim e à flor de Azahar. O nardo e a baunilha dão o toque frutado e conferem à fragrância um rastro suave e inesquecível. Uma nota verde, de caules e folhas, se encarrega de estimulá-la. Ao final, o sândalo e o almíscar harmonizam esta criação feita de curvas, à imagem e semelhança do corpo feminino.

Hypnotic Poison Eau Sensuelle veste os impulsos apaixonados da sedução, para uma sensualidade à flor da pele.

 



GOSTOU DO POST? COMPARTILHE:
EU TE AJUDO NO FACEBOOK :)
RECEBA DIARIAMENTE NOSSAS ATUALIZAÇÕES E NOVIDADES NO SEU PERFIL!
*Nome
*Email
Site/Blog/Url
Mensagem
* Campos obrigatórios

Euteajudo.net
Divulgação
Nos acompanhe na rede:
© 2012-2016 - Todos os direitos reservados | Eu te Ajudo
Desenvolvido por Osmar Mesquita | Rhuan Carlos